Rubinho Troll

skaipi

johnulhoa
13:05tamos ae
13:05  sonia tá se conectando com outro pc, no skype dela
johnulhoa added Sonia Maia to this chat
13:11
johnulhoa
13:11oie
Sonia Maia
13:12oie
johnulhoa
13:12

rooooobs!
Rubs Troll
13:14

hi
johnulhoa
13:14

tamos ae
Rubs Troll
13:14

soryy ta va la embaixo
Rubs Troll set topic to ” Double-click here to set chat topic ”
13:15
Sonia Maia
13:15

bom queriidos vamos começar… vou aproveitar este tempo com o John para falar mais da dupla e como se conheceram etc… depois marcamos um outro dia só eu e vc rubs para falar só de ti okay
Rubs Troll
13:15

ei ne video conference nao?
Sonia Maia
13:16

por favor serah melhor para mim se vcs escreverem porque senão terei que perder muito tempo transcrevendo, não trouxe gravador e não tenho mais agilidade para escrever rápido conforme vcs falam…. tudo bem
Rubs Troll
13:16

entao ta
13:17

posso ir embora entao?
Sonia Maia
13:17

começando pelo básico, como vocês se conheceram e como surgiu a ideia de montar o SE
johnulhoa
13:18

do meu lado… eu andava da skate, era amigo do mario, que era skatista também. e tinhamaos essa vontade de fazer musica – influencia de devo e afins
13:19

daí o mário montou o Canil, buteco que agregou o o povo, aham, “alternativo” da época.
13:20

foi lá que enconrei o rubs.
Rubs Troll
13:21

A ideia de formar o SE antecedu meu encontro com Jonh.A ideia era fazer alguma coisa pra sacudir um pouco BH que na epoca era dominda por musica instrumental oriunda principalmente do Clube da esquina e seus orificos associados.Eu e o marcelo dolabela demos os primeiros passos nessa direcao.
johnulhoa
13:21

mais bandas: The clash, b 52’s, o povo da lira paulistana – arrigo, premê…
13:22

smyhs, talking heads
13:22

smiths, aham
Rubs Troll
13:23

Uma vez com a ideia em movimento nos demos conta que nao tinhamos competecia musical suficiente pra realizar as ideias,dai recrutamos o mario que por sua vez recrutou o john,meu irmao roger entrou depois.
johnulhoa
13:23

até onde sei, o SE como um grupo de musica-poesia- performance já existia, né? mas num era bem uma “banda”
13:24

ea banda mesmo foi uma junção dessas duas turmas distintas
Rubs Troll
13:25

hmmm
13:26

question?
johnulhoa
13:26

ih, sonia caiu.
13:26

ela escreveu:
Rubs Troll
13:26

segura no meu que nao cai
johnulhoa
13:26

e em sacudir bh, qual o conceito que lhes interessava trazer?
Rubs Troll
13:27

acho que um pouco de anarquia e “atitude” afinal eu tinha uns 20 anos…
johnulhoa
13:28

ela vai ali na churrasqueira que o sinal wireless é melhor
Rubs Troll
13:28

Wi-defumado
johnulhoa
13:28

eu queria basicamente fazer como qq moleque montando banda: reproduzir ao meu modo o osom das bandas que eu gostava
Sonia Maia
13:24

e em sacudir bh qual o conceito que lhes interessava trazer…
13:25

mostrar…
13:25

ideia…critica
Rubs Troll
13:29

meu negocio era basicamente artazanar min ha mae
johnulhoa
13:29

xo colar aqui o que foi dito…
Sonia Maia
13:29

peguei tudo, podem continuar
johnulhoa
13:29

ah, ok.
Rubs Troll
13:30

é isso ai.so.
13:32

question?
Sonia Maia
13:32

quando exatamente se encontraram, data, e o primeiro show como foi , onde… o papel do Marcelo Dollabella naquela cena tb… ele tinha o convergência né,,,e outros…todos queriam atazanar alguém, alguma coisa – vc a mãe e + né
johnulhoa
13:32

mas, reproduzindo as bandas que eu gostava, sabia que era uma escolha pouco ortodoxa pro gosto mineiro. e brasileiro. por isso que tinha que ser um encontros dos “peça rara” pra fazer um som decente
13:33

o primeiro show foi na ufmg, pelo que me lembro. o segundo no canil. o terceiro num festival de bandas do meu colégio, o Santo Antonio.
Rubs Troll
13:34

o primeiro show foi no canil,nos fundos,quente e eu com febre,acho que o marcelo nao participou,mas teve um amigo chamado lusca (zoando no teclado casio).
johnulhoa
13:34

esse festival me catapultou do comlpleto anonimato estudantil pro completo estranhamento estudantil.
13:34

num foi no canil não!
13:34

esse foi o segundo, com o lusca!
Rubs Troll
13:34

orait
Sonia Maia
13:34

john o que te atraiu no Rubinho e Rubinho o que te atraiu no JOhn… e o mario…
johnulhoa
13:34

o rubinho num me atrai não! colé?
Sonia Maia
13:35

sabia que o termo ia gerar esse clima…rsrs
Rubs Troll
13:35

falavamos a mesma lingua.Tipo ce vem de Devo e eu vou de Specials…
Sonia Maia
13:35

qual era a quimica
johnulhoa
13:35

a data inical do encontro, num sei direito. algo entre fim de 82, inicio de 83.
Sonia Maia
13:35

super
13:35

devo specials
johnulhoa
13:36

o Dolabella vinha da turma do rubs, era o letrista intelectual que eu num entendia direito, mas tudo levava a crer que era um gênio. eu respeitava isso.
13:37

e ele tinha umas letras muito legais, e um não-sex-apeal que funcionanva dum jeito engraçado no palco, era massa.
Rubs Troll
13:37

Jonh eu vi pela primeira vez no quarto do marcelo(trazido pelo mario). o mario era um fregues(e posteriormente socio) do bar canil,eu era o barman e dj,eu pus o clash pra tocar e ele tirou umas 30 fitas do bolso…
johnulhoa
13:38

era o Divergencia Socialista. Uma paródia do “convergência…” quase tudo dele tinhas esses trecos ligados à uma resposta cínica às esquerdas, eu não entendia bem por que tanta fixação. mas era o espírito da época
Sonia Maia
13:39

como foram os primeiros ensaios, como surgiu a coisa de ser o letrista,, voceh lia muito …
13:39

ah claro… of course.
johnulhoa
13:41

o rubs, a imagem que tenho das primeiras vezes que o vi, são do tipo, “putz, essa cara é tipo um demônio incontrolável que gosta do meu som que eu”. dava medo, confesso.  sacumé, eu era um garoto classe média limpinho, o rubs veio de outro background.
13:42

eu ficava impressionado coma chamada “cultura geral” desses caras – o rubs e o marcelo. minha contribuiçao era mais musical e em letras bocós que eu tentava fazer, tipo “todo mundo tem pobrema”
Rubs Troll
13:42

desde pequeno saquei que a minha emancipacao pessoal teria de vir atraves de alguma atividade intelectual.Ou seja eu ja havia trabalhado em muito emprego mal remunerado pra saber que trabalho pesado nao dava camisa.Como de fato meu ultimo emprego antes de formar o Sexo foi de faxineiro em um predio comercial  da Savassi,(aonde eu tomava cha de cogumelo e ia trabalhar domingo a tarde).
Sonia Maia
13:43

background… e que background né rubs…
Rubs Troll
13:44

sim.
Sonia Maia
13:44

john vc estudou mesmo música,,,
Rubs Troll
13:44

estudou,comigo.Eu ensinei.
johnulhoa
13:45

ensinou my ass. estudei muito pouco. tive umas aulas basicas de violao.
13:45

meu professor era cego!
Rubs Troll
13:45

mesmo?
Sonia Maia
13:45

rubs, o que vc lia na época… John vc sempre foi autoditada então
johnulhoa
13:46

era muito louco, eu tentava fazer os acordes e ele de ouvido percebia o que eu fazia errado… eu pensava, putz, como que faz pra chegar nesse estágio de percepção musical?
Rubs Troll
13:46

eu lia uma serie de livros que nao conseguia entender
Sonia Maia
13:47

vc teve muita sorte porque tenho certeza isso te influencio pra cara
13:47

tipo que autores
johnulhoa
13:47

estudei acho que tipo um ano com ele.
Sonia Maia
13:48

john vc foi sempre autoditada: rubs que autores…
Rubs Troll
13:48

Religiao,comunismo,filosofia essas coisas…
13:49

engracado nao lembrava dessa do seu professor shaolin  cego…
johnulhoa
13:49

ah pois.
13:50

pois eu lia revista de skate e albert camus – era de trincar a cabeça.
Rubs Troll
13:50

eu jogava futebol e lia  shakespear
johnulhoa
13:51

tipo isso, hehe.
13:51

mas comecei a me interessar pelos assuntos que o rubs falou aí. mas ele num se interessou pelo skate não…
Rubs Troll
13:52

estrita incapacidade de manter o balanco numa prancha de madeira movel.
Sonia Maia
13:53

john vc foi sempre autoditada…. pq vc hoje eh um musico e tanto e produtor etc
Rubs Troll
13:53

rait,vou ali e ja volto…
johnulhoa
13:54

putz, sou atodidata, mas um monte de gente me ensinou. autodidata no sentido de numfrequentar escola de musica.
13:54

e eu estudo musga pacas, todos os dias, de mil maneiras diferentes.
Sonia Maia
13:55

dá para falar um pouquinho mais disso, citando alguns exemplos pls
13:55

quais as 3 primeiras musicas que vcs fizeram (SE) e dentre a primeira leva quais foram mais significativas e por que?
Rubs Troll
13:56

Mil maneiras?
Sonia Maia
13:56

manero
Rubs Troll
13:56

Nelson
13:57

a primeira foi o nelson,acho
johnulhoa
13:57

O rubinho me ensinou a ser cínico em relação aos estilos musicais. o dudu marote me ensinou a trabalhar com o Logic Audio, a cuidar do acabamento em produçao. a Fernanda me ensinou a respeitar a textura de cada voz que me aparece pra gravar. e por aí vai.
Sonia Maia
13:57

valeu eh isso aih
johnulhoa
13:58

umas das primeiras foi o filho predileto do rajneesh
Rubs Troll
13:58

o Ayrto muyagnini ensinou nos que tosqueira tambem tem o seu lugar…
Sonia Maia
13:58

boa
johnulhoa
13:58

que taí firme e forte até hoje nos show do pato fu
13:58

ayrton, isso ae.
Rubs Troll
14:00

tai,me lembro de voce sentado na cama do Marconi dilabela em frente a cama do Marcelo Dolabela “tirando “essa musica(que na verdade ja havia sido tirada pelo Duzao do O Grande Ah!)
johnulhoa
14:00

“menininha do xuá”, uma das primeiras. foi um sucesso no festival do meu colégio. quase fui expulso.
Rubs Troll
14:00

menininha do xua
14:01

se eu pedir voce me da  o seu pai nao chinga nao   se eu comer o seu irmao   pois ele quer passar no vestibular
johnulhoa
14:01

hehe, eu re-tirava as coisas com menos acordes.
14:02

cara, tenho uma fita k7 desse show no meu colégio, é tipo “a  morte do demônio”.
Rubs Troll
14:02

a fabiana fazia parte so SE na epoca e cantava essa(com gusto)
johnulhoa
14:02

vc falava assim: “a bateria tá correndo ali. num tem um hippie aí pra segurar a bateria?”
Rubs Troll
14:02

paroxismos porcinos da minha parte,imagino…
johnulhoa
14:03

a Fabiana entrou depois das duas Patricias, rubs.
Rubs Troll
14:03

I stand corresct sir.
14:03

corrected
johnulhoa
14:03

As Patricias I e II entraram tipo no quarto show, ficaram um tempo, saíram, entrou a Fabiana…
Rubs Troll
14:04

well…chega de sexexplicito?
Sonia Maia
14:04

parece que todo mundo começava na base da diversão, e as letras refletiam isso, quando começou a ficar mais politico, filosofico digamos, como Nixon e os menininhos da calçada (desculpe não lembro de cabeça os titulos mas tenho tudo em casa… hehehe)
14:04

voceh me pediu uma biografia… logo  mais a gente acaba com SE
Rubs Troll
14:04

ja conseguimos esse feito em 1992
Sonia Maia
14:06

para finalizar mais rapidamente então essa fase SE, vocês foram para Sampa e gravaram dois discos e depois o grupo se desfez… vc foi para Londres e John montou o PatoFu… falem um pouco dessas fases pls
14:07

e também um pouco sobre quem vcs admiravam (gostavam) dos grupos-autores de BH e tb do Rock Brasil dos anos 80, se é que querem falar sobre isso…
johnulhoa
14:08

bom, o SE já tinha durado um puta tempo em BH, nessa qd fomos pra SP foi tipo meio kamikase, ou vai ou racha, já havíamos tentado de tudo em BH, não havia mais muita saída, só faltava essa tentativa mais radical.
14:10

mas tenho a sensação de que, além dos problemas comuns a todas bandas e a sempre possivel tendencia ao não sucesso que a maioria das bandas tem que enfrentar,- além disso a gente perdeu o “timing”. Essa época, 1990, foi a pior época pro rock nacional depois de muito tempo. começou a haver uma explosão ritmos populares como a Lambada…
14:10

o rock só foi pegar de novo em 93, 94, por aí.
14:10

quer dizer, era pra gente ter tentado esse movimento antes.
14:11

e,m 90, todo o cast de rock das gravadoras tava sendo desfeito. e a gente tentando achar nosso espaço…
14:13

dai passamos um ano em SP. e eu fiquei realmente cansado, e sem perspectiva. a gente tava começando a virar banda “underground paulista”. Deus me livre, eu já tinha sido isso em BH, em SP era a mesma coisa, só que vivendo bem pior. Aí saí do loop, eu tinha que tentar outra coisa.
Rubs Troll
14:14

Em suma:O Sexo explicito comecou como um aglomerado de artistas em uma cidade como BH que na epoca era a apoteose do tedio e com um circuito musical completamente controlado por uma faccao:o clube da esquina,o qual odiavamos embora com o passar do tempo a atitude de alguns tenha mellowed em relacao a este detalhe.Depois de um tempo so fazendo “performance” percebemos que por uma questao de sobrevivencia deveriamos nos especializar em ser  uma “banda de rock”.Quando fomos pra sao paulo o trem virou survival mesmo.E por esses motivos relacionados ai pelo Jonh seria altamente bizarro se essa banda sobrevivesse ate hoje.
johnulhoa
14:14

no br, eu gostava do Defalla, dos Picassos Falsos, do Arrigo, do Premê, do Itamar Assumpção. do Lingua de Trapo, do Ayrton Mugnaini. Não muito mais que isso.
14:16

ah, o Patife Band era foda. Os show deixavam a gente besta.
Sonia Maia
14:17

mas vcs continuaram a dupla, a parceria, a amizade… musicas de Rubs gravadas pelo PatoFu,….. falem um pouco dessa troca, da influencia que um exerce no outro até hoje…
Rubs Troll
14:17

Eu gostava de tudo que era imediatamente identificavel como legal,verdades auto-evidentes.mas oque eu gostava mais mesmoi era o Sexo explicito.
Sonia Maia
14:17

E depois de 20 e tantos anos, chegamos a este trabalho que Rubs lança agora
Rubs Troll
14:18

Acho que o John tendo se tornado um grande musico e produtor ficou com do de mim e decidiu me indulgir num projeto de vaidade.
Sonia Maia
14:20

Acho que o John foi receber alguém no estúdio… Rubs, enquanto isso, fale um pouco dessa troca entre vcs
Rubs Troll
14:25

Como eu dizia,o Jonh realmente pegou a manha de como produzir uma cancao.Desde compor a gravar ,mixar e supervisionar a masterizacao.Nossa colaboracao foi bem harmoniosa e descontraida,ACho que consegui controlar minha natural chatice em um nivel que tornasse a conclusao do trabalho possivel e com orgulho posso afirmar que consegui,,,acho…
johnulhoa
14:27

conseguiu sim.
14:27

ademais, o rubs nunca foi chato, pelo menos pra mim.
Rubs Troll
14:28

entendo,assisit os legendarios na tv record…realmente aquilo ali ´´chato…
14:28

é
Sonia Maia
14:28

john,fala um pouquinho dessa parceria vc e rubs que sempre esteve presente e a gente termina logo mais… tenho só mais uma perguntinha depois dessa para ti…
johnulhoa
14:32

tem a parceria direta, que é musica e letra, que já tinha no SE e passou umpouco pro Pato Fu. mas o rubs é influencia pra mim na atitude, na ironia em tratar os assuntos… pra mim é fácil produzir um disco dele, a gente dicorda em pontos técnicos mas dificilmente no conceito
Sonia Maia
14:32

john,  o que vc mais gosta neste trabalho do rubs…que impacto pode ter – não impacto de sucesso, mas de diferencial no que temos por aí no xenário muzikal brazuca
johnulhoa
14:34

o que mais gosto é o que mais falta por aí: personalidade, som próprio, discurso próprio, timbres próprios. quem se liga nisso vai gostar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: